Visitas

sábado, 22 de janeiro de 2011


Olá a todas.
 Lentamente estou realizando os meus desejos e isso tem me deixado feliz. Sinto que já não falta muito e só estou preocupada em não deixar essa questão da aparência degenerar para uma obsessão. Algumas de vocês eu avalio que estão deixando isso dominar suas vidas, o que não é saudável. Desejo a todas sobretudo a felicidade.
 Meus seios não estão do jeito que sempre sonhei, mas estão consideravelmente melhores. Menores do que eu queria e possivelmente não fiquem no melhor dos formatos (a forma definitiva só vem depois de 6 meses de pós-operatório), mas fiz um considerável progresso. A pior parte das dores e efeitos colaterais de remédios já passou, e em 2 meses estarei de volta à vida completamente normal.
 No final deste mes cai meu pagamento e a partir do dia 31 as coisas hão de ser diferentes na minha vida para sempre. Vai ser quando vou dar uma revolucionada no cabelo e dessa vez vou fazer a manutenção mensal religiosamente todo dia 30. Também vou aproveitar esse dia para fazer limpeza de pele e depilar tudo, todo santo mes terei esse dia para a minha beleza. A perfeição exige disciplina, como vocês sabem infinitamente melhor do que eu.
 Aliás, falando em disciplina, as minhas preocupações com a balança diminuíram. Andei comendo muito para compensar os dias em que estive adoentada e só posso ter engordado, mas minhas calças 36 estão a servir . Ainda não me pesei, mas para mim esse é o parâmetro. Não faço questão de um kg a mais ou a menos se elas estiverem entrando.
 Depois disso tudo só me faltará comprar roupas novas. Não há de sobrar pedra sobre pedra no meu guarda-roupas e já separei uma sacola de donativos perfeitamente repleta. De uma ainda maior hei de me despedir tão logo quanto possa comprar todas as blusas que sempre quis usar. Acho que vou me dar também uma verdadeira coleção de calças legging, algumas calças sociais e uns dois jeans. Saias já tenho que me bastem, para um salário futuro ficarão os vestidos. Assim que tirar os curativos que estão a enfeiar-me vou tirar fotografias para mostrar-lhes o antes e o depois nas minhas blusinhas favoritas. (E também sem blusinhas. Espero não ter problemas com o blogger. Acho que vou colocar como conteúdo restrito para adultos.)
 Mas a parte mais esperada é a compra de lingeries. Finalmente sou uma adulta? Finalmente tenho corpo para seduzir um homem? Finalmente vou poder usar peças sensuais? Sim, sim sim.
 Terminado isso, vou fazer um clareamento dentário.
 Também vou passar a me maquiar sagrada e religiosamente todos os santos dias antes de sair de casa, para onde quer que eu vá. Chega de aparecer em público com essa cara lavada. Chega mesmo. Depois daquele curso de auto-maquiagem e de passar um tempo como revendedora (e compradora) avon já tenho subsídios para isso. Parte dos meus próximos salários vai em cosméticos de outras marcas. Mas já tenho o que basta para ter uma cara OK e, no dia em que voltar da licença médica, já começo a trabalhar maquiada. TODOS os dias.
 Parece que minha copa definitiva vai ser tamanho 40. Pouco. Mas melhor, bem melhor. Se suficiente, verei a longo prazo. Otimistamente, pode ser que venha a ficar um 42. Veremos.
 Tenho também planos para 2011 que não dizem respeito à aparência. Tenho que retomar a vida acadêmica ao patamar que costumava ter antes deu entrar nessa loucura toda. Não, talvez mais alto. A partir deste semestre não aceito nada menos do que 8 no meu boletim. E preciso arquitetar desde já um plano para conseguir inserir-me num programa de mestrado. Não sei como fazê-lo, mas passarei este ano a descobrir. Quero ser mestra, doutora, pós-doutorada. E finalmente, professora universitária. Porque neste país (e quem está a ler-me de Portugal que não pense que por aí vai no mesmo, que vai muito melhor) não se valoriza os professores minimamente e os salários para eles são baixíssimos, e eu não quero, por isso, me formar para dar aulas só nos ensinos fundamental e médio. Além do que, vou gostar de fazer pesquisa. (Acho)
 Só que para conseguir tal feito precisarei de exemplares notas. E trabalhando e estudando, isso fica difícil. Portanto vou deixar de trabalhar num emprego que me consome tanto. Trabalho aos sábados, domingos e feriados sem descanso, embora sejam apenas 6 horas por dia. Vou trocar por um emprego que me deixe livre aos fins de semana e eu só precise de umas 4 horas diárias. Claro que vou ganhar bem menos, e ganhando bem menos, isso vão ser menos gastos com roupas, acessórios, bijouterias, cosméticos, tratamentos estéticos e cabelereiro. Portanto, tive que escolher. Mas vou ganhar o suficiente para fazer minhas mexas e alisamento uma vez a cada dois meses, limpeza de pele todo mes, e me dar uma nova calça ou uma nova blusa com regularidade também. É pouco e isso quer dizer abandonar o meu projeto de tratar as estrias. Elas são chatas mas não me incomodam ao ponto de eu preferir passar mais alguns meses trabalhando só por elas. Talvez um dia quando eu me formar e ganhar melhor. Agora não vou continuar trabalhando muito porque quero tirar o foco do meu corpo e recolocá-lo na minha mente. A Tally de antigamente nem trabalharia, só estudaria em tempo integral, mas eu hoje quero ser bela e na sociedade capitalista precisa-se de dinheiro para fazê-lo, ou não há meios.
 Isso também significa que, se eu não vier a ficar satisfeita com o resultado da cirurgia, não terei dinheiro tão cedo para fazer uma segunda. Isso ficará como um projeto de longo prazo, para quando a vida me der o diploma e a possibilidade de trabalhar na área na qual vou me formar. A prótese tem que ser trocada a cada 10 anos. Talvez eu deixe para então. Ou talvez para antes, mas ainda assim, o importante é não fazer mais disso uma prioridade, uma quase obsessão.
 Além disso, vou pressionar os meus pais para me pagarem um curso de inglês. Já comecei a insistir nisso e tenho certeza que não lhes falta boa vontade. O problema é que eles têm despesas com meu irmão que os atrapalham, mas quero voltar a estudar idiomas. E trabalhando na Saraiva e fazendo faculdade é impraticável. Eu estava dedicando todo o meu tempo e o meu foco a combater a minha má aparência. Agora quero dar uma diminuída no ritmo e procurar ser feliz, curtir o que eu já conquistei. Preciso sair mais, conhecer rapazes (hoje já tenho coragem), enfim me divertir. E este trabalho está a esgotar-me. Gosto do que faço, gosto da empresa, talvez um dia eu volte a trabalhar na área. Só que os meus estudos vêm primeiro. E eu preciso de algo que não sei do que se trata há um ano que é tempo para lazer.
 Por fim, vou começar a militar em um partido político. Há tempos ando em dúvidas se devo ou não, mas acho que vou descobrir tentando. E agora vou ter tempo - e a mente desanuviada das preocupações estéticas. Quer dizer, teoricamente eu já sou um membro do partido desde o segundo semestre do ano passado, mas tenho atuado pouquíssimo. E agora vou me dedicar mais. Faltarão horas no dia para eu conseguir fazer tudo com qualidade, mas vou dar o meu melhor.
 Não sei para onde irá a minha saúde de tão atarefada que ficarei. Mas trabalhar menos, mesmo que isso represente ganhar menos, já será um passo. Isso sem falar que a minha saúde psicológica deu considerável melhorada. E vou procurar manter o nível.
 Só tem uma coisa: vou deixar para mudar de emprego depois das férias de julho. Daqui até lá vou continuar na Saraiva pois ainda há muito o que precisa ser comprado para eu me sentir OK. E não se faz isso ganhando o pouco que se merece por um trabalho de 4 horas diárias. Portanto, a princípio, vida normal, só que com o dobro de esforço nos estudos e alguma militância política extra.
 Preciso parar de reclamar da falta de tempo e começar a colocar mais amor nos estudos, no partido, e arranjar tempo para o lazer. Nem que eu precise de pó de guaraná. Agora vai.
 Eis a nova Tally versão 2011, mais determinada do que nunca.
 Continuem lutando meninas, todas vamos conseguir. Vou encerrar com uma siliconada. XD
 Beijos

6 comentários:

Sopadeborboleta♥ disse...

Fico muito feliz por você!!! você tem razão mais é muito dificil !!!
bjos ♥

*Hurt butterfly;* disse...

Oi querida,
Estou totalmente de acordo com tudo o que disse, principalmente em priorizar os estudos. E se conseguir encaixar um horário na sau agenda, faz sim um curso de idiomas q hj em dia eh importante :)
Fico feliz e quero dar os parabéns por todas as suas conquistas! Tenho certeza que se vc conseguiu isso, é capaz de muito mais...acredito que assim vc chega longe!
Beijoos e fique bem.

Melody disse...

Fico feliz por ver que estás a conseguir realizar a tua Wishlist. =)

Também tinha muito preconceito com os seios, quando estava mais magrinha, pois eles eram minúsculos. LOL

Em resposta á tua pergunta, a ultima vez que fui á farmacia deu 163cm, se bem que penso ter uns 160.

Bjinho

Viick disse...

quantos projetos hein!Espero q realize tds, força ai to cm vc!

Jєѕѕ disse...

Que bom que esta dando tudo certo pra vc. Parabéns!

menina disse...

É ótimo ver essa disposição toda! Trabalhar maquiada! uaal não vai ter pra ninguém lá. vai deixar os rapazes de boca aberta! rsrs
Realmente um emprego assim é ruim. procure outro que você possa aproveitar os seus finais de semana e feriados e seja melhor no que você fizer.

torço por você
você é minha inspiração
<3