Visitas

sábado, 20 de novembro de 2010


Olá meninas! Como vão?
Dessa vez reapareci rápido e inclusive antes de ter tido tempo de comentar nos blogs de vocês, porque quero compartilhar já agora uma reviravolta que aconteceu na minha vida. Calma!, não é nada de ruim =)
Bom, fazendo um retrospecto rápido, desde que eu me entendia por gente, eu achava que se esforçar para se encaixar no padrão era fútil, que era possível ser amada sem ser bela, que o importante era o interior, blablablá. E que no fundo eu não precisava de homens, marido, nada: podia ter a minha carreira, a arte, vida política, etc e que relacionamentos amorosos eram secundários. Depois de viver 18 anos de acordo com isso sem nunca ter sido amada ou desejada, só ridicularizada e oprimida, eu resolvi chutar o balde para o que é politicamente correto e correr atrás de ter boa aparência, para conseguir despertar desejo, e quem sabe fazer isso evoluir para amor. Acabei me conformando com isso ser o único caminho para me desafogar da solidão na qual sempre vivi. Pensei: "é injusto, mas só me resta me resignar. É assim que a vida é".
Agora, bem, aconteceu algo para colocar as minhas novas convicções de ponta cabeça...
Cara, sabe uma coisa que me DEPRIME, PRA VALER? Discussões feministas sobre cantadas. Começam falando que cantada é uma demonstração de que a mulher é vista como objeto sexual do homem (ou você já viu uma mulher chamando um homem de "gostoso" na rua?) Depois, fala-se que se você seguir reto sem responder, está aceitando o papel passivo e de objeto. Até aí, até que concordo, mas a partir disso começa o que me dói: cada uma começa a contar as suas histórias. De quando respondeu a esses caras vulgares e que reação recebeu, de quando teve que fugir de um cara que a perseguiu, do medo que sentimos de mexer com um cara que pode estar armado, reagir de forma violenta, resolver praticar um estupro, etc. E sabe por que me dói?
Por que eu não recebo cantadas. Eu não tenho histórias para contar.














 Daí vem alguém e diz: "ah, mas é a mulher que se objetifica... veste roupas curtas, etc." Daí as outras começam... "ah não, mas quando eu estava de roupa rasgada, suja, longa, horrorosa, sem maquiagem, o-raio-que-as-parta, eu recebi uma cantada super agressiva assim assim e assim..."
E eu? Bem... nem passando de microssaia na frente de uma construção eu não atraio olhares. Que dirá elogios.
E sabe, não é só cantadas que eu não recebo. Nunca recebi flores, nunca usei uma aliança, nunca passei um dia dos namorados acompanhada. Nunca fui apresentada a família de um sujeito, nunca fui chamada de meu amor, nunca ganhei presentes. Não sou mais virgem, mas nunca transei por amor. Ou com quem me amasse. Nunca fui pedida em namoro.
Entendem por que eu preciso ser bela?
Então eu comecei a trabalhar, para juntar dinheiro para riscar os itens da minha lista de compras de roupas, sapatos, maquiagens, tratamentos estéticos e cirurgias plásticas que eu vou precisar para poder ser considerada bonita. E fui trabalhar num lugar onde não exigem muito da aparência, meu emprego atual. Mas eis que...
Um colega de trabalho se apaixonou por mim.
E eu já não sei mais o que pensar.
PS: Estou colocando duas fotos minhas abaixo para vocês saberem como eu sou. Tirei especialmente para vocês, girls. Usei uma blusa decotada para mostrar como realmente não tem nada onde deveriam estar os seios. Depois ainda tiro fotos digamos top-less e, um dia, ainda poderei mostrar o antes e o sonhado depois. *-* Ah! Acho que minha lista de coisas que nunca me aconteceram do post já é argumento o bastante para vocês entenderem que não vai adiantar dizer que eu já sou bonita, então nem tentem ;) Bom, pelo menos eu gosto do meu rosto. Força para todas vocês, ainda vamos ser vitoriosas.
Beijos =*****




6 comentários:

Maybe ice light disse...

oi florzinha,obrigada pela vizita viu?vc me fez re´pensar sobre mtas coisas,como é mesmo a história do garfo e das pulseiras?me ensina?assim eu não preciso ficar me cortando
força com tudo viu?
bjooos
seguindoo vc!*--*

Gαrota de Vidro disse...

Oi meu amor, que saudades senti de você!!!
Que bom que está no Blogger agora!
Adorei conhecer seu rosto *-*

Eu não vou ficar dizendo que você tem que se achar bonita, mas acho que o fato de alguém se apaixonar por você é um ponto a seu favor.

Espero que consiga riscar todos os desejos dessa longa lista e, no final das contas, se sentir de fato bonita!

Caroline disse...

oi amoor, desculpa, mas você é gata sim!
Acho que vou colocar fotos minhas no meu próximo post pra vocês verem... Vou te copiar! HAHA
Ah, flor, eu também nunca levei cantadas. Minha namorada insiste em dizer que olharam pra mim, mas sempre tô com ela e acho que os olhares são pra ela.
Bom, o negócio é se valorizar, amor! Cuide dos cabelos, das unhas, da maquiagem... Ande impecável.
É melhor gastar dinheiro com cosméticos e etc do que com comida.
Sempre penso isso e quando tenho dinheiro compro esmaltes, roupas, shampoos e etc.

C disse...

Olá querida, obrigado pela sua visita :D
estás linda mulher :p
não podes ficar deprimente, tens que animar-te :)
beijos e força

C disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
C disse...

és mia ou anna?